CONTANDO OS DEDOS PRA COPA#20,COPA DE 2002 - Humor com Banana

Anuncio No Post

Anuncio Aqui

CONTANDO OS DEDOS PRA COPA#20,COPA DE 2002

Compartilhar

Copa do Mundo FIFA de 2002  ou Campeonato do Mundo de Futebol da FIFA de 2002 foi a décima sétima edição da Copa do Mundo FIFA de Futebol que reuniu 32 equipes entre os dias 31 de Maio e 30 de Junho. O Brasil conquistou pela quinta vez o título mundial, depois de derrotar a Alemanha na final.
Foi a primeira vez que dois países sediaram unidos o evento, a primeira vez que três seleções - França, Japão e Coreia do Sul - estavam classificadas automaticamente e a primeira vez que uma edição da Copa não aconteceu na Europa ou nas Américas. Foi um avanço do continente Asiático.
Foi a última edição do torneio, onde o campeão anterior do torneio garantia vaga direta na fase final da competição. A França, campeã da edição de 1998, foi a última privilegiada por este sistema. A partir do final deste Mundial, a seleção campeã teria que garantir vaga na próxima competição, jogando as Eliminatórias. A partir daí, somente o país-sede do próximo Mundial é que teria vaga direta na fase final, sem a necessidade de disputar as Eliminatórias.
Foi a Copa das grandes surpresas e decepções. Do lado das surpresas contaram-se o Senegal (1 X 0 contra a França, 1 X 1 com a Dinamarca, 3 X 3 com o Uruguai, sendo eliminado só nas quartas-de-final pela Turquia, outra surpresa). Os turcos venderam caro a derrota para o Brasil, ficaram em 2º no grupo e perderam de novo para o Brasil, nas semifinais, por um 1 X 0. A Turquia pode queixar-se de um calendário de jogos mal feito, em parte devido ao fato do campeonato se disputar em dois países, dado que as equipes que se enfrentam na fase de grupos não devem voltar a jogar uma contra a outra, exceto na final. Na disputa do 3º lugar, a Turquia ganhou por 3 X 2 da Coreia do Sul, outra grande surpresa, apesar de claramente ter sido beneficiada de um modo escandaloso pela arbitragem, principalmente no jogo contra os italianos. A Coreia ganhou da Polônia, Portugal, Itália, eliminou a Espanha e ficou em 4º lugar no Mundial.
Do lado das decepções estão a França, Argentina, Itália e Portugal. A França, favorita ao título, foi eliminada logo na 1ª fase, com 1 empate, 2 derrotas e nenhum gol marcado.
A Argentina caiu no chamado "Grupo da Morte". Após ter vencido a Nigéria por 1 X 0, perdeu para a Inglaterra por 1 X 0 e sucumbiu diante da Suécia num empate em 1 X 1. A Itália se classificou no seu grupo no saldo de gols, mas foi eliminada nas oitavas-de-final pela Coreia do Sul. Curiosamente em 1966, a Itália foi eliminada pela Coreia do Norte. Portugal perdeu surpreendentemente para os Estados Unidos por 3 X 2, pareceu recompor-se com uma vitória sobre a Polônia, mas perdeu por 1 X 0 para a Coreia do Sul.
Brasil e Alemanha, os dois gigantes das Copas, chegaram a 2002 desacreditados por todos. No entanto, jogaram a final entre si. A Alemanha ganhou da Arábia Saudita por 8 X 0, Camarões 2 X 0, empatou 1 X 1 com a Irlanda, e depois venceu seus outros jogos todos por 1 X 0 até à final. O destaque alemão foi o goleiro Oliver Kahn, que só levou 3 gols durante o torneio.
O Brasil fez a seguinte campanha: 2 X 1 com a Turquia, 4 X 0 com a China, 5 X 2 com a Costa Rica, 2 X 0 frente à Bélgica, 2 X 1 sobre a Inglaterra, e 1 X 0 frente à Turquia. Na final, o Brasil ganhou por 2 X 0 da Alemanha. O Brasil chegou ao pentacampeonato, inédito, e igualou a Alemanha em número de finais consecutivas, três.
Na final o Brasil entrou em campo com a seguinte equipe: Marcos; Lúcio,Roque Júnior e Edmílson; Roberto Carlos, Gilberto Silva, Kléberson, Cafu(Capitão) e Ronaldinho Gaúcho; Rivaldo e Ronaldo.
Ronaldo foi o grande nome da Copa, pois todos duvidavam de sua capacidade física de disputar o mundial, devido a 2 anos de inatividade por causa de suas cirurgias no joelho. Os 4 R's brilharam: Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo e Roberto Carlos. O técnico do Brasil foi Luiz Felipe Scolari.

QUALIFICAÇÃO.

Um total de 199 equipes tentaram a sua sorte para se classificar para o FIFA World Cup, processo que começou em 1999. A França, que estava defendendo o título de campeões do Mundial de 1998, e os co-anfitriões do Mundial 2002, Coreia do Sul e Japão, classicaram-se automaticamente e não jogaram os jogos de classificação (sendo esta a última vez que os campeões se classificaram automaticamente).
Foram concedidos 13 lugares por equipas da UEFA, cinco pelas equipas da CAF, quatro pelas equipas da CONMEBOL, quatro pelas equipas da CONCACAF, quatro pelas equipas da AFC. Os últimos dois lugares eram disputados por play-offs entre AFC e UEFA e entre CONMEBOL e OFC.

CURIOSIDADES.

  • O Brasil venceu todos os 7 jogos que disputou, quebrando o recorde histórico de vitórias em Copas do Mundo. Essa foi a quarta vez que uma seleção conquistou o título da competição com 100% de aproveitamento.
  • Três seleções terminaram o torneio invictas: o Brasil, campeão com sete vitórias, a Espanha, que terminou a competição na 5ª colocação com três vitórias e dois empates e a Irlanda, que ficou em 12º lugar com uma vitória e três empates.
  • A Itália teve um recorde de cinco gols anulados durante a competição. Um deles, e o mais importante para os italianos, seria o gol de ouro de Tommasi contra a Coreia do Sul, quando a Itália foi eliminada nas oitavas de final.
  • A Bélgica foi a seleção mais velha da Copa, já que teve a maior média de idade da competição: 28,26 anos. Seu jogador mais velho, o meia Danny Boffin, tinha 37 anos. Já a Nigéria foi a seleção mais jovem da competição, 23,30 anos de média.
  • Desde a Copa de 1974, na Alemanha, um jogador não marcava mais de sete gols na competição. Ronaldo bateu a marca do polonês Lato, fazendo oito gols em 2002. Dois deles foram anotados na final, contra a Alemanha.
  • O Brasil igualou o recorde alemão de participar de três finais consecutivas. Enquanto os brasileiros disputaram as finais 1994, 1998 e 2002 e levou duas delas, os alemães disputaram em 1982, 1986 e 1990, e só levou nesta última.
  • Duas horas antes da final da Copa, Butão e Montserrat fizeram em Thimpu, a capital de Butão, o duelo entre os dois piores times do mundo. Na época, o Butão era o penúltimo colocado do ranking da Fifa, à frente apenas da ilha caribenha de Montserrat. O Butão venceu por 4 a 0.
  • O técnico sérvio Bora Milutinovic disputou sua quinta Copa do Mundo consecutiva pela quinta seleção diferente - México, Costa Rica, EUA, Nigéria e China. Ele enfrentou o Brasil pela terceira vez, cada uma defendendo um país (Costa Rica, EUA e China), e perdeu todas.
  • Pela segunda vez na história, um país se tornou campeão fora de seu continente. O Brasil venceu a Copa de 1958, na Suécia. Somente em 2002, no Mundial organizado pelo Japão e pela Coreia do Sul, a situação voltou a acontecer.
  • A Coreia do Sul tornou-se o primeiro país asiático a ficar entre os quatro melhores do mundo. Até então, a melhor campanha havia sido da Coreia do Norte, que em 1966, na Inglaterra, ficou na oitava colocação.
  • A final entre Brasil e Alemanha foi inédita. As duas equipes mais bem sucedidas das Copas nunca haviam se encontrado no torneio - nunca até seus 87º e 85º jogos, respectivamente. Ambas as seleções são recordistas em finais de Mundiais, com sete para cada lado.
  • Cafu, lateral direito da seleção brasileira, foi o primeiro jogador a disputar três finais de Copa consecutivas - participou das finais de 1994, quando o Brasil conquistou o tetra, de 1998, quando ficou em segundo lugar, e em 2002, no pentacampeonato.


Anuncio No Post

Anuncio Aqui!