Header Ads

Seo Services

Homer Simpson/marcaram apocas






Homer é uma sátira do típico pai-de-família americano. No seu trabalho como inspetor comete inúmeros erros, além de cair frequentemente no sono, o que deixa a cidade em perigo. Com sua família acontece a mesma coisa, já que ele em geral é um péssimo pai e marido. Seu estado físico é deplorável, sendo muito gordo e preguiçoso, sua inteligência quase nula e sempre está em alguma encrenca produzida por sua irresponsabilidade ou atitude infantil e imatura. Contudo, de alguma forma Homer sempre consegue se livrar dos problemas, embora sua personalidade não mude. Uma virtude dele que aparece às vezes é que, apesar de tudo, tem um bom coração, por exemplo, doou um rim para seu pai (Contra sua vontade). Mas geralmente isto é opacado pelo grau de ignorância (será mesmo?) e tolice que ele apresenta (continuando o exemplo, foi ele que causou a perda dos rins de seu pai). Ainda assim é capaz de dizer frases brilhantes entendidas como tolas, mas dotadas de extremo acerto culturalmente falando. Até seus gostos são uma paródia do típico americano: ele é um bebedor compulsivo de cerveja, gosta de comer donuts, ficar assistindo à TV o dia todo e dormir.
Houve, ao longo da série, várias explicações para a mínima inteligência do Homer: falou-se num gene que é transmitido de geração em geração aos homens da família Simpson - portanto, seu filho Bart e seu pai Abe possuem este problema - diminuindo progressivamente a inteligência do portador. Ou seja: os três e mais as futuras gerações de Homer Simpson serão todos um bando de retardados. Depois foi revelado o fato dele ter um lápis-de-cera alojado numa parte do seu cérebro por causa de uma brincadeira de criança: introduzir lápis-de-cera pelo nariz. Um dia uma cirurgia conseguiu retirar o lápis-de-cera fazendo-o repentinamente mais inteligente. Graças a isso desenvolve uma relação muito especial com Lisa, mas ao ver que todo mundo o detestava por isso pediu para que se recolocasse o lápis-de-cera onde estava (colocado por Moe, no seu bar). Mas, para bons entendedores mera aparência é descartada, e abre margem ao grande homem que é Homer Simpson, doido, engraçado,bêbado,tolo para alguns, mas extremamente cativante e alegre, faz rir até quando está triste, é exemplo a ser seguido (obs: não façam isso literalmente).
Homer até um ponto de sua vida somente era conhecido por Homer J. Simpson, quando descobriu que se chamava Homer Jay Simpson - descoberto apenas no episódio Jogado ao vento, 10ª temporada, uma piada de falantes da língua inglêsa devido ao fato de J e o nome Jay terem o mesmo som em inglês.
O personagem criou, quando se inscreveu com a sua família no Programa de Proteção de Testemunhas para se proteger do Ajudante Bob, Homer Thompson, e também uma família fictícia, os Thompson.
Seus dubladores nos EUA e Brasil são o ator Dan Castellaneta e Carlos Alberto Vasconcellos da Silva[1], respectivamente.

Nenhum comentário